Awakened Life Project : Projeto Vida Desperta Rotating Header Image

Visão e Valores do Projecto

“Visão sem ação é vazia. Ação sem visão é cega. Opinião e ideologia dividir. Proposito e compromisso se unir. “

“Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas motivadas e comprometidas possa mudar o mundo. Na verdade é a unica coisa que o faz”

Margaret Mead

sunlit

O Sitio

Ao subir as escadas de pedra ao lado de um desfiladeiro dramático de quedas d’água chamado Fraga da Pena, na reserva ecológica da Serra do Açor, no centro de Portugal, entramos, eventualmente, num isolado vale. Ai deparamo-nos com as ruínas da Quinta da Mizarela, outrora uma pequena aldeia rural agora renascendo como Projecto Despertar a Vida ou The Awakened Life Project.

IMG_0082

O Contexto

Cada vez mais pessoas se tornam conscientes de que estamos a viver um período de grande turbulência e transição a todos os níveis. Com as convergentes crises de destruição ecológica, pico do petróleo, esgotamento do solo e da água, o colapso económico e a descrença nos paradigmas tradicionais, as estruturas antigas estão-se a  desmoronar em todas as dimensões da nossa existência.

Muitas pessoas estão a acordar  para o facto de não haver nenhum Deus externo (separado de nós mesmos) ou governo “lá fora” que venha para nos salvar. Tornamo-nos também cientes que nenhuma tradição espiritual ou instituição baseadas no passado apresentam uma estrutura capaz de encarar os desafios multi-dimensionais do nosso tempo. Por quê? Porque, como Einstein disse, “Nenhum problema pode ser resolvido a partir do mesmo nível de consciência que o criou”. Vivemos no ponto alto de uma época  com grandes perigos mas também com um grande potencial, ficando nas nossas mãos o nosso próprio destino evolutivo.

E então, o que devemos fazer? Será que vamos desmoronar ou avançar? Estamos prontos para assumir a responsabilidade para com a vida e evoluir juntos para criar uma nova realidade? Será que estamos a enfrentar o inevitável fim de tudo? Ou será que estamos a vivenciar um novo conjunto de condições de vida globais que, dolorosas e caóticas como elas são, vão desencadear um futuro mais são e mais iluminado?

O Projecto Despertar a Vida é a nossa oferta, a nossa resposta criativa para este desafio.

drop

O Despertar da Consciência

É nossa convicção de que os seres humanos têm potencial ilimitado para a bondade, consciência e evolução co-criativa. O único limite é o condicionamento pessoal e cultural dos nossos egos individuais e colectivos. Por “ego” não se entenda a ideia de individualidade, mas sim o nosso apego à ilusão poderosa de auto-existência independente. A consciência do ego, apesar de ter tido um papel a desempenhar no desenvolvimento da nossa individualização, tem actualmente a grande maioria da raça humana em seu poder e é a principal causa de todos os nossos crescentes problemas globais. Por quê? Porque o ego só pode existir separado do outro e do todo, incluindo os organismos vivos da Mãe Terra e, portanto, é o alicerce fundamental do auto-interesse. Esta ilusão muito convincente de separação é construída sobre impulsos primitivos de sobrevivência do nosso passado evolutivo como o medo,  desconfiança, competição, narcisismo, etc.. O que estamos realmente a enfrentar é uma crise de consciência (por exemplo, a crise ecológica é um sintoma) e despertar significa transcender os desejos e medos do nosso ego individual/colectivo alcançando assim o próximo nível de desenvolvimento evolutivo. É mesmo uma aventura!

Actualmente muitas pessoas estão a acordar para a importância de encontrar soluções para os sintomas externos da consciência do ego, tornando-se cada vez mais “verdes”, pela busca de estilos de vida sustentáveis, várias formas de activismo, etc.. Alguns também estão a despertar para a consciência espiritual da sua existência, encontrando respostas em mestres espirituais, na meditação, entre outras práticas. De modo generalista, os activistas tendem a focar-se em questões externas, ignorando por vezes o papel causal da consciência, enquanto que as pessoas que seguem uma via  espiritual acabam por se concentrar numa busca interna para resolver a problematica com que se deparam., acabando por se evadir da vida em vez de a abraçarem todo o potencial que esta tem.
Porem para podermos acompanhar este potencial despertar que levara a vida e este planeta a seguirem um melhor caminho precisamos de dar o melhor de ambas as dimensões do nosso ser . Precisamos de despertar para a nossa verdadeira natureza, ou seja, para a compreenção da vida como um todo.
E o que significa isto? Significa descobrir quem somos no sentido mais profundo enquanto unidade no todo da vida e, em seguida, mais importante ainda, assumir a responsabilidade pela veracidade das inter-relações absolutas.  Este trabalho não tem nada a ver com crenças, conceitos, dogmas ou bagagem cultural de qualquer espécie, mas sim, de compreendermos e nos libertarmos do falacioso conceito de ego pessoal, na descoberta de uma paz profunda, duma confiança inabalável na vida e duma nova e vasta liberdade de ser.

E nesta liberdade, se a nossa motivação não é “ter” apenas para nós mesmos, acabamos por nos deixar levar por uma enorme sensação de paixão e energia positivas que nos impelem para a missão de co-criar um futuro melhor. Percebemos que a terra pode de facto ser um paraíso, e que esta nas nossas mãos torna-la com tal.

evolucionarios

Comunidade e Comunhão

O Projecto Despertar a Vida é um lugar para idealistas apaixonados, investigadores, e aventureiros. É um lugar para aqueles que desejam largar o pretexto habitual, a manipulação e desconfiança que divide e afasta os seres humanos a partir de si próprios e uns aos outros. É um lugar para aqueles que querem experimentar a comunhão verdadeira e o relacionamento autentico, honesto, com confiança, baseado num interesse comum na Verdade e na Evolução.

É nossa convicção de que a autêntica viagem espiritual não é uma questão pessoal ou privada, mas é, sobretudo nos tempos em que vivemos, uma revelação universal que procura impulsionar e criativamente cooperar com o coração aberto dos outros. Em última análise, vida espiritual é sobre sermos totalmente nós mesmos e sobre a dádiva, e nessa dádiva nós e o nosso planeta recebe os frutos da libertação e  do cuidado, de nos e dos outros.  E isso significa estar disposto a abraçar o desafio da transformação e não se contentar com “auto-aceitação” e mediocridade. Se a nossa visão entrar em ressonância com a citação famosa de Gandhi: “Seja a mudança que  deseja ver no mundo”, então isso significa que nós queremos aspirar a ser responsáveis por tudo o que fazemos e tudo o que importa.

Despertar é, na sua essência, um processo  natural e orgânico, mas isso não quer dizer que aconteça por si só, e nem sempre é fácil.

Para todas as nossas boas intenções e ideais elevadas, é no relacionamento humano que descobrimos a verdadeira medida da nossa vontade para confiar, para cuidar e, sobretudo, para mudar. O que significa estar mais interessado no que é verdadeiro do que em como nos sentimos no dia a dia? É possível conviver num contexto de absoluta confiança, honestidade e amor em que todas as dificuldades são enfrentadas e resolvidas com maturidade? Consegue imaginar viver num contexto em que os outros só estão interessados em apoiar a criação do seu próprio potencial mais elevado?  Consegue imaginar a descoberta conjunta de um sentido de propósito compartilhado que em muito transcende a dimensão pessoal da sua vida e, portanto, unifica tudo num só Todo?

Sabemos, por experiência própria, que esses potenciais estão disponíveis a qualquer pessoa com um interesse sincero em verdadeiramente se unir para além das zonas de conforto, do medo e das ideias fixas, ou dito de outra forma, para além dos hábitos e defesas do ego. Esta não é uma questão de “se livrar de qualquer coisa”, é simplesmente uma questão de estar disposto a ver e transcender aquilo que nos é revelado, num contexto evolutivo, como sendo  condicionamento obsoleto. A consciência esta apta a fundir-se connosco para que possamos ser seres totalmente livres.

Sentimo-nos chamados a fazer tudo o que possível para facilitar esta viagem, tendo criado com esse propósito fóruns, retiros e cursos para explorar, experimentar e incorporar a emergência do despertar da consciência.

humancastle

Sustentabilidade e Permacultura

A crise mais urgente do nosso tempo, no mundo externo, é a destruição desenfreada da nossa Mãe Terra. E com isto deparamo-nos com a poluição da água e do solo, e dum abastecimento alimentar cheio de pesticidas e herbicidas, etc . Sentimo-nos motivados a procurar uma quinta abandonada neste planeta frágil a qual podessemos amar e cuidar. Inspirou-nos a ideia de criar um “Jardim do Éden”, no qual nós e os demais se possam juntar para viver em conexão com a beleza da natureza. Queremos fazer renascer a Quinta da Mizarela com espírito de comunhão e de cooperação com as forcas da Natureza, e neste processo procurar ser o mais auto-suficientes possível.
Abraçámos os princípios da permacultura como um guia inestimável nesta jornada de observação e criatividade. Estamos aos poucos a aprender a arte de cultivar os nossos próprios vegetais sem revolver o solo, sem recurso a monocultura, criando florestas comestíveis, guardando sementes, tratando as águas sépticas, implementando  sistemas de irrigação, compostagem, casas de banho secas, lagos, construções sustentáveis, etc.. Plantámos 800 árvores autóctones após um incêndio que queimou uma área de pinhal acima da habitação, plantámos muitas árvores de fruta de vários tipos. Abundam outros seres sencientes que partilham a quinta connosco, dois burros, cinco galinhas, abelhas, dois cães e quatro gatos, cobras e lagartos residentes, bem como todos os seres não-físicos que vão cuidando de todas as plantas!

Com o objectivo de nos tornar totalmente independentes das redes e auto-suficiente em energia produzida a partir do sol e água (ambas em abundância), foram instalados painéis fotovoltaicos e painéis solares de água quente e estamos em fase de implementação de um sistema alimentado pela energia da corrente da agua que permitirá ter eletricidadenos meses de inverno. Um dos nossos orgulhos e alegrias é o carneiro hidráulico (inventado em 1776), que bombeia toda a água que utilizamos de um riacho na base do vale até ao  reservatório de água acima da habitação usando somente a pressão criada pela queda d’água.

Há uma série de ruínas que podem ser renovados como residenciais e espaços comuns. Com o aparecimento de recursos e outras pessoas, vamos reconstruí-los em xisto e madeira da forma mais ecológica possível.

globe1

Centro de Portugal e os Portugueses

Sentimo-nos muito abençoados por ter tropeçado nesta área do Centro de Portugal, não só porque a paisagem e muito bonita, mas também o são as pessoas locais! Temos muito boas relações com o povo da bonita aldeia da Benfeita, Pardieiros e Sardal, e a valorização que eles nos dão por estarmos a revitalizar o que foi outrora  uma pequena aldeia, onde muitos dos seus antepassados viveram e trabalharam, é algo que nos faz sentir muito felizes.

Esperamos ter muitos Português a visitar e a se voluntariar no projecto enquanto este se desenvolve, e por isso estamos muito compremetido em aprender e melhorar o nosso Português!

Todos os que aqui nos vêm visitar ou venham fazer voluntariado estão bem-vindos para se juntarem a nos nas seguintes actividades:

* Meditação as 07:30 e 19:00 excepto domingo.
* Meditação e Grupo da Conversa Consciente nas noites de sexta-feira

(ligue pelo menos um dia antes 966333187)

Para aqueles que se juntarem a nós por períodos de maior duração e estiverem interessados no desenvolvimento espiritual, há também a possibilidade de frequentar as nossas reuniões mensais dos homens e das mulheres.

Todos os visitantes e os voluntários são convidados a experimentar Osteopatia Etérica com a Cynthia.

Actualidade e possível futuro …

Os actuais moradores são: Pete e Cynthia, os fundadores (um casal dinâmico!), um outro casal, Adam e Mim, que depois de se oferecerem como voluntários por um período de três meses em 2009, decidiram empenhar-se e juntar-se co-criadores, assim como Laura e Glen que se juntou em 2010. Actualmente, temos espaço para acomodar um ou dois voluntários no nosso bonito Yurt, e podemos acomodar mais pessoas em tendas nos meses mais quentes. Estamos especialmente interessados em voluntários que sintam uma ressonância com a nossa visão global e filosofia, podendo permanecer por pelo menos um mês.

Desconhecemos o possível futuro para a o projecto Despertar a Vida  que se mantém em aberto. Prevemos um potencial de ter  6 ou 7 pessoas que aqui vivam permanentemente ou semi-permanentemente como um núcleo. A nossa visão é que esse núcleo de pessoas comprometidas possa criar um campo de consciência, inspiração, amor e cuidado no qual os voluntários, visitantes e participantes de cursos futuros possam integrar-se  e  experiênciar enquanto cá estiverem. Esperamos que aqueles que venham nos visitar possam ter experiências fortes que lhes permitam mudar as suas perspectivas e valores de vida contribuindo de formapositiva nas suas vidas quando de cá saírem.

Se cá vierem as pessoas certas, e após um período de “testes”, se comprometerem a co-criar esta aventura connosco, como um núcleo, então poderemos crescer e ser capazes de desenvolver este projecto de melhor forma e mais rapidamente. Caso isto aconteça iremos desenvolver um quadro prático para orientar esta integração e co-criação.

Se a nossa visão entrar em ressonância consigo e gostar da ideia de ficar aqui como um foco mais empenhado do que simplesmente de ser voluntariado, faz favor consulte os nossos …

Retiros e Cursos/Seminarios