Awakened Life Project : Projeto Vida Desperta Rotating Header Image

Sobre Nos

PETER BAMPTON

O meu nome é Pete. Apesar de ser natural do Reino Unido, despendi vários anos da minha vida a viajar dentro e fora do meu País… Agora, sinto-me um cidadão do Planeta que, misteriosamente, deu por si em Portugal! O fio condutor da minha vida é a paixão pela evolução a Consciência (que significa tu e eu!) em todas as dimensões realmente importantes: o mistério de saber quem somos verdadeiramente como seres humanos, a profundidade e transparência dos relacionamentos com os outros e com a nossa grandiosa Mãe Terra.

Desde que me lembro, sempre senti uma curiosidade insaciável sobre a maravilha que é estar vivo, a beleza deste planeta e o significado de tudo isso. Quem sou eu? Por que estou aqui? De onde vimos e para onde vamos? Como poderemos viver responsavelmente neste frágil planeta e iniciar uma alternativa positiva à confusão criada pelo materialismo e narcisismo modernos? Penso que vivemos em tempos tipping point e encontrar respostas práticas e profundas para questões como estas é mais importante do que nunca para aqueles que têm o interesse e a inocência para as colocar.

Daí surge a minha visão de criar um sítio bonito, um farol onde seja possível questionar, rejuvenescer, celebrar, criar, meditar, transformar. Um local didáctico, abrangendo as mais diversas áreas: desde a descoberta do nosso mais profundo potencial como ser humano, aos sistemas de vida sustentáveis ou à confecção de uma interessante salada! Fixar-me, juntamente com a minha mulher Cynthia, nas montanhas é uma opção difícil de explicar: uma força intuitiva, misteriosa, conduziu-nos até este lugar. A inspiração invadiu-nos ainda antes de nos lançarmos à revitalização das ruínas da Quinta da Mizarela para as transformar primeiro numa casa e, depois, num centro de Meditação/Concentração, Saúde e Cura Naturais, Comunicação e Relacionamentos Autênticos, Permacultura e Sustentabilidade e todas as formas do ainda desconhecido potencial de Despertarmos para a nossa Verdadeira Natureza como expressões da Fonte Criativa do «Tudo o que é».

Isso vai manter-me ocupado por uns tempos! Queremos dar um passo de cada vez e ver como tudo evolui. Quem se sentir próximo deste pensamento e quiser ajudar de alguma forma, contacte-nos!

pete.bampton@gmail.com

966333187

CYNTHIA BAMPTON

Olá, o meu nome é Cynthia. Sou natural da Califórnia e casada com um bonito homem inglês chamado Pete, que acabaram de conhecer. Apaixonei-me pelo Centro de Portugal, mal cheguei. Havia razões óbvias… as paisagens fantásticas, as pessoas extremamente amigáveis, o lento passar da vida, onde há tempo para parar e conversar… mas foram a calma e o silêncio, experimentados à minha volta e dentro de mim, a dizerem-me: É este o sítio!

Agora, devem estar a perguntar: O sítio para quê? Bem, é curioso, pois eu e o Pete também temos colocado essa questão entre nós. Antes de responder, porém, devo voltar um pouco atrás para contextualizar. Durante um ano, tivemos a sorte de viver num calmo santuário, num vale de um silêncio ensurdecedor. Rodeados de jardins abundantes, repletos de comida orgânica, com o Mar Mediterrâneo a 20 minutos de caminho a pé, não precisávamos das distracções do mundo moderno. Demos por nós a cair, cada vez mais profundamente, numa vida de meditação, ao mesmo tempo que nos misturávamos com o silêncio. Sabíamos que esta prenda não nos fora ofertada apenas a nós, embora não percebêssemos o seu exacto significado. Durante as visitas dos nossos amigos, apercebemo-nos do efeito daquele sítio, e da nossa forma de viver, nas pessoas. Nada era imposto e tudo fluía. Não tentámos criar nada ou recrear a vida das pessoas anteriores a nós. A vida era sempre diferente e coisas bonitas emergiram quando as pessoas tinham espaço para Apenas Ser…

Quando viemos para o Centro de Portugal, pensávamos em encontrar um terreno, viver sem grades, crescer a nossa própria comida, beber água fresca da terra, respirar ar puro e seguir a força que nos guiou até este ponto. A principal razão por que aqui estou prende-se simplesmente com a vontade de retribuir o que recebi. Quero oferecer às pessoas um lugar onde possam «Apenas Ser», dotado do ambiente certo para uma reconexão com as partes mais profundas do ser interior. Espero criar um sítio onde as pessoas se sintam seguras e possam, assim, abrandar até serem capazes de distinguir a distância auto-imposta existente entre nós e os nossos corações para, depois, começar a fechá-la.

Este lugar precisa de ter água límpida e ar fresco, campos repletos de vida graciosa. O silêncio deve permitir-nos ouvir o nosso próprio zumbido intercalado com a canção da natureza, criada pelas árvores, pelos insectos ou pelas plantas que cantam felizes quando se abrem ao sol. «Apenas Ser» será diferente para todos. Alguns poderão querer sentar-se calmamente todos os dias, outros trabalhar a terra e outros passar tempo nas cascatas fronteiriças ao terreno. Quem sabe? Muitas surpresas irão surgir, certamente! Se há uns anos me dissessem que iria apreciar estes acontecimentos simples, provavelmente não teria acreditado! É minha paixão e meu propósito, neste ponto da minha vida, ajudar a criar esta aventura viva através da calma e da criatividade. O caminho irá emergir à medida que caminhamos, como sempre aconteceu… o lugar será o reflexo desse caminho.

cynth2454@yahoo.com

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Best Green Blogs